Destaques

Newsletter

sexta-feira, 29 de maio de 2020

#1 - Como e onde registrar um livro: Especial para autores iniciantes



Oie! Voltei!

Hoje vim para mostrar como registrar livros e espero que isso ajude vocês ;)
Selecionei duas maneiras de fazer o registro de um livro: na Biblioteca Nacional do Brasil e no site Registro de Obras, mostrarei o passo a passo deles. Além disso, vou explicar um pouquinho sobre o que é o ISBN.
Prontos? Vamos lá:

REGISTRO NA BIBLIOTECA NACIONAL
Valor: 20,00 (para pessoa física sem procuração e sem transmissão de direitos)
Vigência: apenas no Brasil.
Existe a possibilidade de modificar a obra? Sim, através de Solicitação de Averbação.
Tipo de registro: Certidão.
Prazo pra confirmação do registro e envio da certidão: 180 dias (seis meses).
Como é feito?
No site da Biblioteca Nacional eles explicam o passo a passo, e é tudo muito simples. Vou explicar aqui, mas vocês encontram todo o conteúdo deles na íntegra clicando aqui. Esse registro não é apenas para romance, conto, etc. Ele é válido para OBRA INTELECTUAL, e engloba todos os gêneros abaixo:

PRIMEIRO: Numere, imprima e rubrique TODAS as páginas de uma cópia impressa da sua obra (pode ser em folha de papel A4). Ou envie, junto à cópia do livro, uma folha de rosto em que conste o número total de páginas, incluindo a folha de rosto.
SEGUNDO: Preencha o formulário de solicitação de REGISTRO\AVERBAÇÃO da biblioteca nacional, exceto os campos 1 e 8. Lembre que o registro é para obra ainda não registrada e a averbação é para obra já registrada que agora será enviada com modificações. Tome muito cuidado com todas as informações que coloca nesse formulário, especialmente com relação às suas informações pessoais e à obra, elas precisam coincidir com o que está na cópia impressa. Há opção para colocar pseudônimo, caso você tenha. Encontre o formulário AQUI.
TERCEIRO: Reúna e organize as cópias da documentação necessária. Caso você seja maior de idade e o único autor da obra, são apenas esses: CPF, Identidade, Comprovante de Residência, comprovante de pagamento do boleto, duas cópias preenchidas do formulário de registro e a cópia impressa da obra, conforme descrito acima.
QUARTO: Emita uma GRU (boleto\guia de pagamento) com o valor referente ao serviço solicitado. Encontre a tabela com os valores AQUI e o link de emissão da GRU AQUI.
OBS: Reitero que todas essas informações você encontra, na íntegra, diretamente no site da Biblioteca Nacional.

Eu sempre faço o registro na BN e acredito que ele é válido, especialmente porque estamos enviando para catalogação na biblioteca do nosso país uma obra escrita nele, por autores dele. Querendo ou não, deixar registrado o que é produzido nos âmbitos literário e artístico, em qualquer país do mundo, é muito importante (não só nesses âmbitos, claro).
Talvez, à primeira vista, isso não pareça ter muito valor, mas lembre que daqui a algumas décadas haverá estudos sobre a literatura produzida no nosso país hoje. E, como estudante de Letras que adora pesquisar e estudar a literatura do século XIX, sei que muito (REPITO: MUITO) do que foi produzido da nossa literatura no século XIX foi perdido justamente por não ter esse tipo de catalogação, interesse e\ou suporte para autores e editores nesse sentido. Mesmo livros que venderam MUITO, que foram Best-sellers e fizeram parte das vidas de milhares de leitores brasileiros no final do Oitocentos hoje não são encontrados na íntegra ou de nenhuma maneira. Por isso sugiro que façam esse registro também, apesar da demora dele. E sugiro mais: enviem exemplares dos seus livros para bibliotecas públicas da sua cidade, estado. É importante também deixar registrado no seu estado o que é produzido nele (e digo isso porque faço estágio na área de promoção editorial de um órgão público e sei o quanto isso é importante, que nem sempre as instituições responsáveis por isso conseguem localizar autores e fazer catalogação dos livros deles).

REGISTRO DE OBRAS
Esse é o mais simples de todos, a meu ver.
Valor: 20,00.
Vigência: no mundo inteiro.
Existe a possibilidade de modificar a obra? Não. (acredito que seja necessário fazer um novo registro, mas nunca tentei isso).
Tipo de registro: Certificado e selo de registro disponíveis em 3 línguas.
Prazo para confirmação do registro e envio da certidão: até 2 minutos.
Como é feito?
Você precisa se cadastrar no site Registro de Obras  e comprar créditos para fazer um registro. O livro precisa estar concluído. É tudo muito rápido e simples, você só precisará preencher um formulário e anexar o arquivo da obra, conforme abaixo:



BÔNUS: ISBN

Hoje ele é emitido pela Câmara Brasileira do Livro (antes era pela BN) e você precisa fazer um cadastro para conseguir emitir ISBN, como não tenho, não poderei mostrar esse para vocês, mas achei legal trazer ele ao menos para explicar o que é.
Então, o ISBN (International Standard Book Number) é “um sistema internacional de identificação de livros e softwares que utiliza números para classificá-los por título, autor, país, editora e edição.” (fonte: Wikipédia)
Dentre todos, acredito que o ISBN é mais seguro e é válido internacionalmente, além de ser colocado nas fichas catalográficas dos livros e, normalmente, vir nas contracapas, em forma de código de barras. Custa R$: 22,00 e o novo processo de solicitação é feito totalmente online, no site disponibilizado pela CBL. Para saber mais sobre ele e aprender como solicitar o seu, CLIQUE AQUI.

Espero que tenham gostado do post de hoje! Voltarei em breve com um post especial sobre editoras! Fiquem ligados!
Beijos *--------------*

Comentários via Facebook

0 coment�rios:

Postar um comentário

© Hey, Mary Oliveira! – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in