Destaques

Newsletter

segunda-feira, 8 de junho de 2020

#Entrevista com influenciador digital - Especial para escritores iniciantes

I'm back!
Hoje temos uma entrevista especial, com uma influenciadora digital e entusiasta da literatura! Ela deu VÁRIAS dicas incríveis, aproveitem <3
Na sexta-feira vou liberar a entrevista dela enquanto escritora e essa também está cheia de dicas para autores iniciantes! Espero que gostem ;)

Vamos à entrevista!


ENTREVISTA COM INFLUENCIADORES DIGITAIS – Bárbara Sá


1 – Por favor, fale um pouco sobre o seu trabalho como influenciador digital e entusiasta da literatura.

Bárbara Sá: Comecei a criar conteúdo digital voltado para a área literária no início de 2012. Ainda era um assunto não muito comentado no Brasil, existiam poucos dentro dessa área, mas era empolgante ter um contato mais direto com os leitores. Comecei com um blog, que evoluiu para um canal no YouTube – que é minha principal ferramenta atualmente. Apenas em 2016 esse trabalho se tornou rentável para mim, comecei fazendo divulgações pagas para autores e só em 2017 as editoras começaram a anunciar. 2018 foi o ano em que saí do emprego fixo para me dedicar exclusivamente aos meus canais literários.

2 – Cite um deslize recorrente que você vê editoras e\ou autores cometendo ao apresentar seus livros.

Bárbara Sá: Algumas editoras não conseguem fazer o clique entre o divulgador e o público-alvo do livro e isso acaba gerando um gasto sem retorno, mas no geral elas estão conseguindo lidar bem com os novos formatos de divulgação. Os autores ainda tendem a ver seus livros como filhos e isso dificulta um pouco na hora de vendê-los como produto. Pensar, também, que o mercado editorial brasileiro cresceu muito por conta dos influenciadores digitais e valorizar esses criadores de conteúdo poderia fazer com que os autores nacionais tivessem melhores respostas para os seus livros.

3 – Como você enxerga o mercado editorial brasileiro hoje? Para autores nacionais e para profissionais da sua área de atuação?

Bárbara Sá: Acho que o COVID-19 fará com que a gente entre numa pequena crise, especialmente para a publicação em editoras – ou de livros físicos no geral. Então penso que esse seria um bom momento para focar no digital. No mundo de hoje as coisas se tornam obsoletas muito rápido, e como é praticamente impossível produzir um livro por mês, acho que é um bom momento para autores enxergarem os influenciadores como um marketing necessário e juntos conseguirem compartilhar e divulgar melhor os livros.

4 – Quais plataformas digitais você acredita que são melhores para divulgar livros? Por quê?

Bárbara Sá: Acredito que a presença do autor nas redes sociais é muito importante para o contato com o leitor. Atualmente vejo o instagram como uma ótima ferramenta de divulgação, a possibilidade das pessoas deslizarem o dedo pelo story e logo cair na página do livro ajuda demais! A publicação em grupos no facebook também responde positivamente, mas ainda acho que investir na compra do espaço de um influenciador – e ele vai saber qual o melhor formato de divulgação para o tipo de livro de cada autor – pode ter o melhor retorno.
Como influenciadora, percebo que quando menciono um livro ele demora a sair da boca do povo, já que se cria uma corrente de indicação partindo da minha. Como autora pude sentir isso quando comprei o espaço de uma outra influenciadora e a resposta foi parecida.

5 – O que você acredita ser uma parceria realmente mútua entre autores\editoras e\ou blogueiros\influenciadores digitais?

Bárbara Sá: Criar conteúdo literário é o meu trabalho e eu cobro por ele, mas isso não faz com que eu deixe de ter uma parceria para com os autores com os quais trabalho. É muito difícil um autor parar de divulgar comigo, então acredito que eles enxergam o retorno que o meu trabalho dá. Sendo assim, acho que existe uma parceria mútua quando um valoriza o trabalho do outro. Se todo mundo se sente satisfeito e valorizado as chances de dar errado são muito baixas.

6 – Para você, qual a principal diferença entre um autor ser publicado por uma editora e se autopublicar?

Bárbara Sá: Quando você é publicado por uma editora consegue alcançar mais nomes, afinal a própria editora já tem o seu sistema de marketing. Se autopublicar quer dizer cuidar de toda o conteúdo e pós-produção do livro e também lidar com o marketing – o autor precisa descobrir como chegar nos leitores. Porém, após essa descoberta, acredito muito no resultado positivo da flexibilidade da autopublicação.

7 – Que conselho você daria a um autor iniciante?

Bárbara Sá: Procure um agente literário, faça uma boa revisão do seu livro e invista bastante na capa. Seu livro é um em um milhão e ele precisa ser visto. Separe um orçamento para o marketing e destine-o aos poucos, para entender qual tipo de marketing irá funcionar melhor com o seu livro. Se mantenha presente nas redes sociais e converse com os seus leitores. A aproximação é a forma mais positiva de venda, invista nisso.


_________________________________________________________________________________
Sobre a influencer:

Barbara Sá é blogueira há sete anos e durante esse período se formou em Letras. Criadora do Segredos Entre Amigas, é apaixonada por romance, filmes de época e chá com limão. Aconteceu no Natal é sua primeira história publicada.


Encontre-a em:

YouTube | Site | Instagram | Amazon | Facebook |

_________________________________________________________________________________

Retorno na sexta-feira com mais uma entrevista ;)
Deixem-me saber se gostaram! 
Beijos *------------*

Comentários via Facebook

1 coment�rios:

© Hey, Mary Oliveira! – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in